14/01/2017

Levei uma surra depois que minha filha nasceu!

14/01/2017
Relato de parto

Olá Amoras! Hoje trago para vocês um relato de parto que certamente você não vê por aí!
Ele é contado pela nossa leitora,seguidora e membro do nosso grupo materno no Facebook!
    Ela pediu para que não colocasse o nome dela no post, então vou abreviar para M.S
Resultado de imagem para IMAGENS DE CHORO

  Meu nome é M.S, tenho 40 anos e vou relator o parto do meu primeiro filho!

Nasci e cresci na roça, tinha uma vida comum como todos naquela época, era criada por minha mãe ,éramos em dez irmãos e éramos muito pobres.
Quando tinha nove anos comecei a gostar de um homem que tinha 27. Ele era amigo dá família e me tratava muito bem, mas não sabia que eu gostava dele, acho que nem eu direito rs.
Só percebi que estava gostando e muito dele,quando soube que ele estava de namoro com uma tia minha. Fiquei muito mal e comecei a tratar ele mal também.
Muita coisa aconteceu nesse tempo e ele é minha tia se separaram, e ele começou a perceber que eu estava gostando dele.
E acabou que começamos a namorar escondido. Ele foi meu primeiro homem .
E acabou que quando eu estava com onze anos , eu engravidei. Sempre fui muito magra e consegui esconder a barriga. Sempre usando roupas mais largas e evitava tomar banho no rio com outras pessoas. Demorei a contar pro pai do bebê,porque ele trabalhava viajando.
Quando eu contei a gravidez já estava avançada e ele me apoiou apesar de tudo .
Ele viajou pra trabalhar fora e comprar um lugar para nós, mas a gravidez passei sozinha, somente eu e ele sabíamos.
Então chegou o dia do meu parto.
Comecei a dorzinha de cólica bem fraquinha e vi que comecei a sangrar, minha mãe não estava em casa, trabalhava e só voltava a noite.
Só ficava eu e meus irmãos, eu sabia que minha filha iria nascer e nasceu,não senti dor, somente peguei ela quando saiu de mim e não sabia ao certo o que sentir ou fazer, falei pra meu irmão correr e chamar minha tia que morava próximo, mas como lá na roça nós aprendiámos tudo muito cedo ,eu achei que minha filha era como um animalzinho e eu mesma cortei o cordão umbilical dela. Hoje ela tem o umbigo pra fora porque não soube cortar ou esperar minha tia chegar.
Quando minha tia chegou,não conseguiu acreditar no que via. Me ajudou a me limpar e dar os primeiros cuidados na bebê.
Quando minha mãe chegou minha tia já tinha ido embora e ela ficou sem entender o que estava acontecendo e todos nós já estávamos com medo. Ela viu dois bebês, meu irmão de seis meses que eu cuidava pra ela trabalhar e um recém nascido.
Quando expliquei que a filha era minha ela virou um bicho, pois sempre apanhamos.
Ela tentou pegar minha filha dos meus braços e eu não deixei,ela iria machucar ela. Segurei minha filha com força e não sai daquela cama, ela me bateu tanto , mais tanto naquele dia, que meu corpo sangrava e meus irmãos já não estavam aguentando meu desespero,correram pra chamar minha avó,só quando ela chegou eu parei de apanhar. Minha pele estava toda ensanguentada , mas minha filha estava protegida.
Minha mãe ordenou que meus irmãos passagem sal grosso nas Minhas feridas e pra não apanharem também eles passaram. Fui pra casa da minha vó, até o pai dá minha bebê vir me buscar, mas até isso acontecer passei muita humilhação por parte da minha vó também. Tentaram por vezes tirar minha filha.
Esse meu relato esta bem resumido,  minha história se contada com detalhes vai te fazer repensar a vida. Passei o pão que o diabo amassou, com minha mãe, minha vó e meu marido por causa de bebida. Hoje eu e ele vivemos juntos, ele mudou, bebe mais socialmente, temos cinco filhos criados e vou seguindo minha vida!

Espero que leiam meu relato ,bjs e lutem por seus filhos!

4 comentários:

  1. Nossa, que chocante né?! Sua mãe não soube como se comportar, não teve empatia... espero que esteja muito feliz agora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Amara, hoje ela é feliz, e os filhos dela ja estão criados, hoje ela continua casada e cuida da mãe dela, esta fazendo o que ela devia ter feito com ela quando ela era apenas uma criança tendo outra, bjs

      Excluir
  2. Meu Deus como vc foi forte. Deus te protegeu em todos os momentos, Espero que vc e sua família sejam felizes e abençoados. Vc merece ! É uma dúvida se vc não se importa, e sua mãe como age nos dias de hj com vc é sua primeira filha ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi anonima tudo bem? hoje em dia ela a mãe dela se encontra enferma e é ela quem toma conta, a vida cobra e as vezes muito caro. Ela não liga para os netos, continua rude sabe, acho que isso não vai mudar. bjs

      Excluir

Deixe seu comentário