12/05/2017

Dia das mães na escola

12/05/2017
Olá amoras tudo bem?
Espero que sim!
Sempre que se aproxima o dia das mães as escolas daqui fazem uma apresentação com as crianças e também confeccionam lembrancinhas com os alunos.

Eu sempre fico ansiosa a espera deste dia,pois é tão singelo o gesto deles que emocionam a alma.
Quem é mãe sabe que aquele recadinho escrito todo torto e quase ilegível é tão importante para uma mãe , que fico até sem palavras pra explicar tamanho é o amor.

Todo mundo ama Fini

Olá Amoras tudo bem?
Espero que sim!

Sabe aquela paixão que é impossível resistir?
Então, é isso que sinto quando como uma bala fini, tá bom eu não como só uma porque isso é impossível!

Amo mais que chocolate!
Eu não sei qual é a fórmula secreta que faz com que essa bala seja tão viciante.

Aqui em casa todos amam, e a criançada pede todo dia, se eu pudesse e meu dinheiro desse, compraria um monte e estocava, mas a crise tá feia por aqui.
Então quando dá tenho que comprar umas pra fazer a alegria das crianças e minha claro kkkk.
Olha a carinha da Sammy e do Michel de felicidade quando escuta a frase: Trouxe Fini kkkkk.
mundo fini



E você também tem essa quedinha pela fini?
Conta aí pra mim...
Já fez alguma loucura por uma balinha fini? Faria?

A fini não é só uma bala, ela se tornou parte da família, enfeita aniversários, vira buquê de flores,faz a imaginação ir além do que se possa imaginar, sempre tem uma coisa nova a se fazer com ela. É só usar a imaginação!

Beijos Fátima Souza

Nossa primeira viagem em família

Olá amoras tudo bem?
Espero que sim!

Vocês gostam de viajar?
Duvido quem não goste.

Conseguimos tirar duas semanas de férias e foi o máximo.
Nunca tínhamos conseguido essa proeza, por vários motivos; a escola das crianças, nossas férias que nunca eram no mesmo mês, o dinheiro que não sobrava e por aí vai...
Mas esse ano , mesmo sem programar acabamos conseguindo e valeu muito a pena.


Fomos conhecer o estado do Paraná,ô lugar maravilhoso,juro que não deu vontade de voltar pra casa rs.


Pescamos muito por lá, revemos uns parentes que não são parentes de verdade, são de consideração, e fomos muito bem acolhidos lá, passeamos, fizemos comprinhas, e aproveitamos o que pudemos em duas semanas.





































Celular foi só pra vê as horas, até nos dias da semana nos perdíamos ,tanto que nos foi bom essa viagem.

O Michel até deu um de marinheiro e nos levou pra passear de barco, foi muito bom sentir a natureza assim tão perto.

Terra vermelha, difícil de tirar da roupa e do pé, mas que eu jamais vou esquecer ...


E vocês, já tiveram aquela viagem que foi inesquecível? Conta ai pra mim!

Beijos Fátima Souza